Bem-Vindo(a) à GELDEN EPI

Atendimento de Segunda à Sexta: 07:00 às 18:00

Informações Úteis

O que são EPI’s?

Conhecido também como equipamento de proteção individual, EPI é todo produto ou dispositivo utilizado pelo trabalhador, que tem como principal função a proteção contra riscos à sua saúde e segurança. Sua regulamentação e orientação sobre uso e fornecimento se encontra disponíveis na NR 6, da CLT, dentro dos principais pontos, pode-se destacar:

 

  • Produto poderá ser comercializado e utilizado somente mediante ao certificado de aprovação – CA.
  • A empresa é obrigada a fornecer ao empregado gratuitamente;
  • Os tipos de EPI’s podem variar dependendo do tipo de atividade;
  • Empresa: orientar, treinar e fiscalizar o trabalhador;
  • Trabalhador: utilizar o EPI apenas na atividade que destina;
  • Trabalhador: manuseio e conservação;
  • Trabalhador: cumprir as determinações do empregador.

  

Aonde são utilizados EPI?

Em qualquer atividade que apresente risco para o trabalhador, a fim de neutralizar a ação do agente agressivo contra a pessoa, e podem ser identificados como:

 

  • Proteção para a cabeça;
  • Proteção para os membros superiores e membros inferiores;
  • Proteção de tronco;
  • Proteção de vias respiratórias, e
  • Cintos de segurança.

   

Sendo que em cada item mencionado, existem vários produtos para atender a proteção contra diversos riscos. 

 

Acidentes de Trabalho no Mundo e no Brasil:

De acordo com a OIT – Organização Internacional do Trabalho se tem por ano aproximadamente 337 milhões de acidentes de trabalho, 160 milhões de casos novos de doença relacionados ao trabalho, 2,31 milhões de mortes relacionadas por acidentes e doenças, das quais 1,995 milhão por doença e 358 por acidentes.

 

 

 

 

 

 

Empregador x Trabalhador: relação de sucesso

A empresa é obrigada a avaliar suas atividades de risco, fornecer os EPI, além de ser também responsável pela orientação e fiscalização da utilização do mesmo. Caso o colaborador se recuse a utilizá-lo, o empregador pode penalizá-lo, com advertência e até dispensa por justa causa. As normas que determinam o uso de EPI possuem feição de norma pública, uma vez que tem como função proteger a saúde e a integridade física do empregado, constituindo-se assim uma obrigação, nos termos da NR06/MTE. O acidente pode ser inevitável, mais a lesão pode ser amenizada, por isso pode-se destacar várias vantagens em usar EPI:

 

  • Para a empresa: Diminuição de gastos com seguro, auxílio, contratações, treinamentos, além do fato, que um acidente de trabalho pode resultar de no mínimo três dias de afastamento, entre outras questões;
  • Colaborador: Garantia de saúde e proteção à vida, pois a consequência de um acidente pode ser de várias dimensões, como um corte na mão, até um óbito.
  • Ministério de Trabalho: Empresa cumpre com a legislação trabalhista, evitam multas e também são enquadradas como socialmente responsáveis.

 

 

 Enfim, a utilização do EPI é um direito do trabalhador, dever do empregador de fornecer e um benefícios de todos. Para isso é necessário ter colaboradores e empresas responsáveis e conscientes a fim de assegurar o melhor para todos. 

Dúvidas, sugestões ou solicitação de orçamento?